Pesquisar este blog

domingo, 6 de janeiro de 2019


A esperança voltou!


É com este sentimento que os árbitros da Federação Paraibana de Futebol (FPF) começam a temporada 2019. O diretor interino do departamento de arbitragem, Arthur Alves Junior (camisa verde na foto acima), com sua experiência, levou ao quadro local a organização técnica e documental necessária. Com atitudes de gestão e valorização humana, o dirigente vem conseguindo resgatar e de fato iniciar um trabalho frente ao grupo desgastado por diversas denuncias nos últimos anos e recentemente pelo escândalo de manipulação de resultados batizado de ‘Operação Cartola’.

Em fato inédito no Estado, mas procedimento adotado na maioria das federações do país, a atual comissão abriu edital para recebimento de inscrição dos árbitros para atuarem como prestadores de serviços autônomos nas partidas profissionais e amadoras da FPF. Para se inscrever para prestar serviços, o árbitro tem que comprovar  'nada consta' em processos cíveis e criminais e não ter nome no cadastro do SPC/SERASA entre outras exigências.

Arthur buscou parceria com o sindicato local, conseguiu aumento real de taxas de arbitragem e organizou uma pré-temporada de três dias com todo o novo quadro, oportunidade em que os pilares físico, técnico, psicológico e social estão sendo trabalhados.

Com o apoio da CBF, que desde a interdição não mediu esforços em resgatar a credibilidade do futebol local, inclusive em áreas como departamento técnico, de competições e de registro, o departamento de arbitragem recebeu material e incentivo e por conta deste apoio, está realizando desde a ultima sexta-feira (4) até este domingo (6), pré-temporada com sessenta árbitros e assistentes visando o Campeonato Estadual que começa a partir do próximo dia 12. Os trabalhos estão sendo intenso para unificar as informações e principalmente proporcionar uma discussão sobre as regras do futebol e para que haja um processo de reciclagem constante do quadro de árbitros da Paraíba.


As atividades estão acontecendo em João Pessoa, no Centro de Treinamento Ivan Thomaz, no Valentina Figueiredo e a Vila Olímpica Parahyba, no Bairro dos Estados com a presença dos instrutores Paulo Camelo e Cláudio José (CBF).

Outra articulação que deu resultado muito positivo foi à inscrição do ótimo árbitro paulista Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza, que não pode permanecer em São Paulo devido ter atingido a idade limite. A Federação Paulista de Futebol, com exceção de integrantes da lista FIFA, não aceita em seu quadro de arbitragem árbitros acima de 45 anos.

Marcelo Ribeiro, com sua vasta experiência contribuirá e muito para a evolução de seus novos companheiros de trabalho e com toda humildade está participando da pré-temporada local, inclusive, fazendo novamente o teste físico, que não seria necessário, pois realizou recentemente o da Federação Paulista e também o da CBF.

Marcelo Aparecido com os assistentes Rafael Guedes e Flávia Renally durante amistoso preparatório visando temporada 2019 entre Botafogo e Serrano

É compreensível a forte resistência de corvos agourentos que como se santo fossem, buscam fatos do passado para denegrir e desqualificar um profissional que, de fato errou, reconheceu, aprendeu e vem, assim como a arbitragem paraibana, buscando não ser perfeito, mas evoluir, melhorar e toda semana se desloca até o distante estado para realizar um trabalho que vem sendo bem aceito por quem quer mudar, quem quer evoluir visando não só o seu futuro, mas de toda arbitragem paraibana e não apenas daqueles que preferem covardemente jogar pedras na vidraça para usufruir de beneficies vindas do quanto pior melhor!

Pelas informações, o trabalho até aqui esta sendo realizado de forma profissional, com competência e merece meus aplausos. É a luz no fim do túnel para a arbitragem paraibana que como uma fênix esta sangrando, cortando a própria carne, extirpando os sangues sugas para renascer honesta, forte e saudável.

Que o sentimento de esperança, que os novos ares da administração da entidade paraibana norteiem a todos do futebol e da arbitragem local.

Como meu compromisso é com a verdade, critico e aponto falhas, faço denuncias, mas, também mostro as coisas boas da arbitragem e sei reconhecer e dar méritos quando necessário.

Estou de olho!

Veja abaixo mais imagens da pré-temporada.

Fotos: Alenio Junior - (@aleniofotografia)











Fotos: FPF

Nenhum comentário: