Pesquisar este blog

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Pitacos do Apito!

Existem muitas especulações e pitacos sobre a lista dos árbitros Fifa para 2011. O Blog do Marçal tentou de todas as formas arrancar algo, infelizmente não obtive o sucesso almejado.

Para não ficar em cima do muro e seguindo a mesma linha do ano passado (leiam o post “Atiradores de Pedras em Vidraças Alheias!” do dia 29/01/2010), farei minhas previsões com base em tudo que ouvi de árbitros, ex-árbitros, do que vi, li e ouvi dos testes físicos, do que li nos jornais, sites sérios e até o de fofocas oriundo da cidade maravilhosa bem conhecido no meio.

De tudo isso, podemos dizer que a lista foi enviada para a FIFA no mês de setembro, esta é a única certeza, as demais são apenas especulações. Lembram quando o diário Lance e a radio Jovem Pan de São Paulo através do especulador jornalista Fernando Sampaio davam como certo a entrada de Sandro Ricci no lugar de Leonardo Gaciba e dias depois a lista oficial trouxe a surpresa Péricles Bassols!

Os que estiveram no curso em Santa Catarina estão com chances maiores do que os demais, diria que saiu dali os nomes dos novatos que constam na lista enviada para a FIFA. Os assistentes presente no curso que brigam por duas vagas, foram: Fabrício Vilarinho da Silva/Go - Vicente Romano Neto/SP - Marcelo Carvalho Van Gasse/SP - Cleriston Clay Barreto Rios/SE - Thiago Gomes da Silva Brigido/CE - Kleber Lúcio Gil/SC - Guilherme Dias Camilo/MG - Bruno Boschillia/PR - Fabio Pereira/TO e Rodrigo Pereira Jóia/RJ.

Certeza de saída: Carlos Eugênio Simon e Ednilson Corona, ambos fazendo tour de despedida pelo Brasil.

Vamos aos meus palpites.

Abaixo meus comentários iniciais dos detentores atuais do escudo e depois minha opinião do que deve ocorrer.

Sálvio Spinola Fagundes Filho: 42 anos, entrou na FIFA em 2005, é um bom baiano radicado em São Paulo, excelente pessoa, de fino trato. Pelos critérios da Conaf deveria ter saído, por que não tem como ir a uma Copa do Mundo, sua ultima chance foi na África, porém foi atropelado por Carlos Eugênio no processo seletivo. Se saísse, o Fifa seria o Luiz Flávio de Oliveira? Duvido, pois este ainda não conseguiu se firmar nas competições locais e nacionais, em que pese ser um bom árbitro, nasceu com o dom de arbitrar, é detentor de altas qualidades para a profissão e a descrição nos jogos é a maior de todas. O José Henrique de Carvalho, caso não tivesse tantos problemas físicos e inabilidade política cairia como uma luva, esteve a um passo do escudo, circunstancias alheia conspiraram contra o apitador.

Wilson Luiz Seneme: Paulista de São Carlos, 40 anos, foi um dos melhores árbitros do país nos últimos anos, sofre com problemas físicos em todo corpo. Entrou na FIFA em 2006 e saiu em 2008 por não passar em teste fisico devido as lesões. Sérgio Corrêa usou de sua influência para bancar sua volta ao quadro em 2009. Não é mais o mesmo, cometeu vários erros, esta disperso e apitando só com o nome. Contudo, é cotado para Copa de 2014, o que seria um final de carreira espetacular para o sancarlense. Precisa aprender a ouvir e aceitar as críticas, nem sempre quem fala contra nós, está contra nós! Amigo não é o que fala o que você quer ouvir mas o que você precisa ouvir!

Paulo César de Oliveira: 37 anos, paulista, nascido na cidade de Cruzeiro, uma cidadezinha quase em Minas, quase no Rio de Janeiro. Revelado por Gustavo Caetano Rogério, um mito da arbitragem paulista que foi pessoalmente buscar a jovem promessa do apito até então, um simples funcionario de mercearia. Amigos de curso revelaram ao Blog que durante as aulas, Gustavo Caetano afirmava carinhosamente que aquele "negrinho" muito em breve seria um árbitro FIFA! Atualmente mora em São Paulo e também é considerado um dos melhores do país. Tornou se Fifa em 1999, com a aposentadoria de Carlos Simon, passa a ser o mais antigo integrante do quadro. Já viveu fases melhores, anda sumido das escalas. Estaria sendo poupado por conta da escolha para a Copa 2014?

Marcelo de Lima Henrique: 39 anos, carioca, fuzileiro naval. Foi muito contestado quando foi promovido, inclusive fontes próximas ao Armando Marques relatam o que o ex-presidente da Conaf, afastado por causa da omissão no caso Edílson Pereira de Carvalho, em 2005, dizia: “Este não apita nada. Ele não vai ser escalado enquanto eu estiver na Conmebol. O Alarcon faz o que eu mando”. Era apenas bravatas e mais bravatas do ex-presidente que vive a sombra de João Havelange. O árbitro carioca, não era o preferido do Jorge Rabello que deu entrevistas falando que sua preferência era por outro. Hoje ele é uma realidade e disputa uma vaga para 2014. Como o evento será no Rio de Janeiro, tem muitas chances, ou alguém acha que o estado vai fazer uma festa somente para os outros?

Péricles Bassols Pegado Cortez: Carioca, 35 anos, dentista, fala dois idiomas, boa família. Foi considerado o melhor árbitro do Rio de Janeiro em 2009, mas chegou na FIFA de paraquedas. O escudo chegou por conta das constantes reprovações do gaúcho Leonardo Gaciba. Todos diziam que, pelo critério de mérito, seria escolhido o mineiro radicado em Brasília. Dizem, inclusive, que a CBF mudou quando o Diário Lance e um jornalista pitonisa de São Paulo divulgaram o nome do Sandro Meira Ricci. Em 2010, a surpresa, o nome do jovem carioca apareceu na lista da Fifa. O mundo da arbitragem não acreditava no que estava acontecendo, mas para quem já viu tantas outras, do tipo, Emidio Marques de Mesquita, um catedrático das regras, sem uma única final no currículo indo para Fifa enquanto o alemão Dulcidio Wanderley Boschillia continuava sendo Aspirante. São tantos exemplos que a promoção do Péricles seria mais uma. Bom árbitro, mas não para ostentar o escudo branco, objeto de desejos de tantos, conseguido por poucos.

Héber Roberto Lopes: O Collina brasileiro, paranaense de Londrina, 38 anos, considerado o melhor do Brasil, em 2009, este ano não tem reeditado a temporada passada. Parece estar atuando com muito cuidado e isto tem feito com que erre muito, como, por exemplo, no jogo Guarani x Vasco e Flamengo x Corinthians, só para citar os jogos que envolvem equipes paulistas, pois são as que acompanho. Se falar nos jogos de maior repercussão não é difícil lembrar do jogo Botafogo x Cruzeiro e Fluminense x Grêmio. Basta uma breve pesquisa num dos sites especializados para aumentar a lista do “Collina Brasileiro”. É sem dúvidas o nome mais forte para 2014.

Evandro Rogério Roman: Gaúcho radicado no Paraná. 37 anos, um árbitro considerado correto, em 2005 denunciou vários ex-companheiros no famoso caso intitulado pela mídia paranista de “Bruxo”. Professor universitário tem um Instituto de nome “Quero Evoluir’’, tendo como um dos parceiros o ex-presidente da Anaf Jorge Paulo de Oliveira Gomes (amigo de longa data deste blogueiro). Sua fase em 2009 foi horrível, a ponto de correr o risco de deixar a Fifa em 2010. Um site de fofocas publicou que neste ano, após a Copa do Brasil, um árbitro FIFA em sinal de protesto mandaria o seu escudo pelo correio para a CBF, fontes próxima de Roman confirmaram que ele seria este árbitro. O seu bom caráter e o enorme potencial ajudaram na sua permanência. Não tem tido grandes oportunidades fora do país, mas é uma esperança. Dizem que o Armando Marques não gosta dele por que é muito inteligente e o Armando gosta de comandar “topeiras, comedores de alfafas e sem diplomas”. Tem como meta apitar na Copa de 2014.

Ricardo Marques Ribeiro: Tem 31 anos, é o mais novo do quadro com o escudo. O mineiro é o mais espalhafatoso de todos, um verdadeiro pára raios, ninguém em sã consciência é capaz de prevê como terminará as partidas sob seu comando. Esta tentando mudar esta imagem, aos poucos vem se firmando, segundos informações a Conaf escolhe a dedo os jogos para ele. Sempre vai naqueles jogos que não tem riscos. Teve problemas locais onde é acusado de trabalhar para um dirigente de clube influente no estado, mas parece estar superando as desconfianças. Esta mais maduro, precisa apenas corrigir o estilo de deixar o jogo rolar, o estilo europeu que muitos dizem não servir para o Brasil o que eu discordo totalmente, é só insistirem com todos os árbitros e em todos os jogos que conseqüentemente aos poucos os jogadores mudarão a maneira de jogar. Dizem que ele correu riscos de perder o escudo, mas quem conhece a Conaf sabe que ele não correria riscos, pois é um talento sendo lapidado. Precisa ajudar e não deixar o bonde passar.

Leandro Vuaden: 35 anos, o gaúcho de varias metáforas surgiu como um raio em 2008. Seu estilo europeu de apitar as partidas encantaram a todos e o levou rapidamente a Fifa. Depois do escudo, acovardou-se com as criticas de parte da imprensa e dirigentes ultrapassados, passando a apitar partidas de forma politicamente correta, mudou radicalmente o estilo que o consagrou e como nos contos de fadas, a carruagem virou abóbora. Hoje, não encanta mais ninguém, esta no mesmo patamar dos demais. Poderia ter virarado referência e entrar para a história como o árbitro que mudou o estilo da arbitragem brasileira. Escalado numa partida da Série B, ele se complicou e esta partida serviu de exemplo para ele. Ficou no quase por opção própria e falta de visão, mesmo assim, é candidato a Copa de 2014.

Esta é minha analise dos atuais detentores do escudo FIFA, ela pode agradar alguns e provavelmente desagradará a grande maioria, mais é uma opinião baseada em dados, informações e conhecimentos técnicos, mesmo que esses conhecimentos sejam mínimos, foram adquiridos durantes anos e com vários personagens diferentes.

Na parte II que será divulgada em breve, farei uma análise dos Assistentes e, na parte III, as previsões para 2011.

Aguardem!

Frase: "Três pessoas podem manter um segredo, se duas delas estiverem mortas". (Benjamin Franklin)

13 comentários:

Jhow disse...

muito boa a matéria... parabéns to sempre acompanhando o seu blog

Marçal disse...

Obrigado e não perca a 2ª e a 3ª parte em breve.

Marçal

Pedro disse...

Bacana mesmo, excelente matéria, parece que voce conhece os bastidores mesmo. Pelo que voce escreveu então, os favoritos para 2014 são o Heber Lopes e o Marcelo Henrique na sua opinião? E o PC passou do ponto?

Marçal disse...

Oi Pedro, os favoritos são o Héber Lopes e o Paulo César, depois vem o Seneme e o Leandro Vuaden. Esses dois seriam um tipo de reservas.

Em se tratando de arbitragem tudo é diferente, o árbitro entra em campo com nota 10, cada vez que ele apita essa nota pode ser mantida, mas normalmente ela é diminuída. Três anos e meio para a arbitragem é um tempo muito longo, muitas coisas podem mudar, mas dentro da normalidade os quatros acima estão em um patamar a mais do que os demais.

Obs. Os processos seletivos da FIFA para a copa de 14 ainda nem começaram, os quatros acima estiveram fazendo cursos preparatórios pela Conmebol, por isso eles são os favoritos.

Marçal

Anônimo disse...

Eu aposto no Marcelo de Lima, muito bom juiz. Ele deve estar entre os três. Não falo dos assistentes porque não sei quais os critérios de escolha.

Anônimo disse...

Também gosto do Paulo César de Oliveira, mas anda meio sumido. Tem notícias dele?

Marçal disse...

Olá amigo, o Paulo César está escalado neste final de semana.

Ele perdeu o sorteio do jogo Internacional e Vitória pela série A, mas apita no sábado em Natal a partida América-RN e Brsiliense-DF pela série B.

Marçal

Anônimo disse...

Acho que a reprovação do Seneme nos testes físicos no Paraguai durante um curso pode abrir vaga para outro FIFA, uma pena. Também gosto do PC mas a Conmebol não usa muito ele, tomara que se decida dentro do campo.
Gosto do Heber, Marcelo e Vuaden. Parabéns pelos perfis traçados.

Jhow disse...

como a copa vai ser no Brasil acredito eu que vai ser 2 arbitros.
uque você sabe de alguma noticia que pode ser dois arbitros Brasileiros?

Marçal disse...

Jhow,

É muito difícil que isto ocorra. A FIFA deverá manter o que foi usado na Copa da África e levar apenas um trio de cada país. Se houver um segundo árbitro de um mesmo país, este será como reserva.

Marçal

Jhow disse...

realmente foi como você falou o Péricles Bassols caiu de paraquedas e não tem tudo isso para estar com o escudo internacional da FIFA. O Ricardo Marques tambem que não sei uque esta fazendo na entidade maior do futebol esses caras só podem ter costa larga na Comembol.

Anônimo disse...

Quando vai sair a segunda parte do Blog?
Muito boa análise e demonstra conhecimento dos bastidores.
Parabéns.
Queria que vc falasse um pouco do Sérgio Correia, como árbitro, presidente do Sindicato, da Comissao de Arbitragem de Sao Paulo, da Anaf e do atual momento. Ele tem curriculum para tudo isto?

Marçal disse...

A segunda parte provavelmente será publicada na próxima quarta feira.

Como árbitro, Sérgio Corrêa chegou a apitar a 1ª divisão do futebol paulista. Como era do sindicato, nunca foi bem visto pela FPF e teve que se contentar com as divisões inferiores.

Teve uma ocasião que a FPF divulgou uma nota de repudio contra ele com assinaturas dos árbitros federados. Todos assinaram (foram obrigados) inclusive este que escreve.

Como presidente, ele manteve a base recebida do Aragão que praticamente fez renascer o sindicato. Fez uma reforma e deixou a sede muito bonita. Mas desde 93, ano em que o conheci, ele sempre trabalhou e muito bem em favor da arbitragem.

Na comissão de arbitragem ele não teve muito tempo para mostrar o seu trabalho, após seis meses na comissão, foi praticamente atropelado pelo caso Edílson/Danelon perdendo o cargo junto com seus pares sem ter nenhuma culpa. Mesmo assim, o Ranking da arbitragem paulista foi desenvolvido por ele.

Na Anaf ele sempre teve cargos burocráticos o qual sempre fez muito bem, quando você acessar o site da Anaf e pesquisar as atas lá publicadas fique sabendo que foi tudo feito por ele.

O atual momento você deve acompanhar assim como eu, pode ser que não tenha os bastidores ou que até tenha mais do que eu, pois não sei quem é você. Para mim o trabalho é muito bom, posso citar: trata todos os árbitros com o mesmo critério, da oportunidade a árbitros dos quatros quantos do país, teste único para homens e mulheres, testes surpresas, troca de árbitros fifas por insuficiência entre outras. Perfeição nunca haverá e qualquer um que ocupar o cargo que ele ocupa no momento, estará sujeito as criticas momentâneas. Lembrando que o cargo que ele ocupa é cobiçado por vários outros, que tem pessoas que toma café da manhã com ele e janta com o diabo tentando um acordo para derrubá-lo. Preciso dizer algo mais!

Portanto, ele tem currículo, tem couraça de aço e inteligência de elefante, senão já estaria morto!

Marçal