Pesquisar este blog

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

30º Congresso da Anaf mostra o resgate da entidade e afirmação das novas lideranças da arbitragem

Prezados leitores, como todos já sabem, neste final de semana ocorreu o 30º Congresso das Entidades e dos Árbitros de Futebol realizado pela ANAF na cidade de Florianópolis em Santa Catarina.

Eu tive o prazer de estar cobrindo o evento para o site www.apitonacional.com.br. Fomos o único veiculo de imprensa de outro Estado presente no evento. Primeiramente quero agradecer o Presidente da Anaf, Marco Antonio Martins pela recepção calorosa que dispensou a todos da imprensa presente no evento e pela grandiosa estrutura montada para acomodar todo os participantes.

Também quero agradecer os organizadores, principalmente a Erica que se fazia sempre presente e apta para resolver os problemas que por ventura surgisse e dar assim uma boa condição de trabalho a todos. Também agradeço Julio Cancellier, o  assessor de imprensa da Anaf que deu todo apoio para que o nosso trabalho ocorresse normalmente.

Outra pessoa que não posso deixar de mencionar é a figura do senhor Salmo Valentim, tesoureiro da Anaf, posso afirmar que aqueles que não o conheciam pessoalmente assim como eu, ficaram encantados com sua personalidade e com a maneira cordial com que trata as pessoas.

Meus agradecimentos se estendem aos presidentes de Sindicatos de todo o país, todos muitos solicitos, educados e centrados nas suas obrigações, principalmente Sandro Rodrigues de Santa Catarina, que deu total apoio aos participantes sempre que solicitado. Vale ressaltar que a única entidade ausente no Congresso foi a de Sergipe que por não ser reconhecida pela Anaf não mandou representante. Depois, quando falamos que a arbitragem daquele Estado esta totalmente fora do eixo, os dirigentes em vez de corrigir os problemas apontados, preferem procurar a justiça para mover processo contra quem aponta os problemas.

Após os agradecimentos merecidos, vamos falar um pouco do 30º Congresso.

1° dia:

O primeiro dia do 30º Congresso foi bastante movimentado, sendo que as atividades começaram antes mesmo da abertura oficial. As 14:30hs começou a primeira reunião de trabalho e se estendeu até aproximadamente as 19:00hs onde foi feita a apresentação dos presidentes, necessário pela rotatividade do cargo sendo que vários deles estavam participando pela primeira vez por terem sido empossados recentemente nos seus estados.

Durante esta reunião, foi feita a leitura e a aprovação por unanimidade da ata da Assembléia Geral Extraordinária anterior que foi aprovada.

Em seguida foram feitas às apresentações da situação dos contratos com a Glaxo, Penalty, a explanação da participação da ANAF na Câmara dos Deputados, em Brasília e da situação administrativa da entidade.

As 17 Hs, após um rápido Coffeebreack ouve uma palestra sobre profissionalização da arbitragem com o Dr. Ademar Sheffler (advogado do Sindicato dos Árbitros do Rio Grande do Sul).

As 20:30hs foi realizada a abertura oficial com presenças ilustres, entre elas a delegação de Angola, Márcio Rezende Freitas, presidente de honra da Anaf, Manoel Serapião representando Sérgio Corrêa (a grande ausência do evento), Delfim Peixoto, presidente da Federação Catarinense e Arnaldo Cezar Coelho. Durante a cerimônia de abertura, para descontrair o ambiente, houve a participação da comediante Bélica, ela roubou a atenção, pois é muito conhecida na região, faz parte do folclore Catarinense e sem duvidas ofuscou o palestrante se tornando a grande atração da noite.

A Anaf homenageou todos os árbitros que encerram a carreira neste final de ano, eles receberam a medalha 25 Medalha 25 de outubro, Marco António Martins e a Fifa, Cleide Mary Ribeiro receberam as medalhas representando os demais.

A ANAF também entregou comenda os ex-árbitro Marcio Rezende e Sérgio Corrêa, representado por Manoel Serapião. Logo depois, o ex-árbitro e atual comentarista da Rede Globo, Arnaldo Cezar Coelho deu palestra e debateu a arbitragem com os presentes.

No final da noite, houve um coquetel para os presentes encerrando assim o primeiro dia do 30º Congresso.

2º dia:

O segundo dia do Congresso foi menos agitado sendo que a principal decisão foi à definição da cidade sede para o Congresso de 2012. São Paulo foi o único candidato e será a sede. Segundo Arthur Alves Junior, ele pretende fazer um fórum internacional emendado com o Congresso em um único lugar onde possa concentrar a todos. Segunda, terça e quarta seria o Congresso internacional com participantes de todo o Brasil e do exterior. Quinta sexta e sábado seria realizado o 31º Congresso das Entidades e dos Árbitros. Vale ressaltar que o Safesp-Sindicato dos Árbitros de Futebol do Estado de São Paulo além de ser o mais rico entre os 27 terá apoio incondicional da Federação Paulista de Futebol que quer fazer um grande evento sendo que em 2013 teremos a Copa das Confederações e será neste estado a preparação dos Árbitros para a Copa do Mundo de 2014.

Também ficou definido pelos presidentes que a sede em 2013 será em Manaus, aonde o atual presidente Celso Mota Resende (surfista de pororoca) vem passando por dificuldades e deverá ganhar fôlego e apoio com a decisão.

Durante a plenária com os presidentes, foram aprovadas as contas da diretoria até o mês de agosto de 2011.

Com o fim do Congresso, todos foram liberados, sendo que alguns já retornavam aos seus estados e outros terminaram o fim do dia tomando um aperitivo e jogando conversa fora com os demais companheiros na praia.

Conclusão:

Durante o 30º Congresso pude notar duas coisas, a primeira é a liderança que Marco Martins exerce sobre os demais e os dois pilares de sustentação desta liderança. O explosivo e ótimo orador Salmo Valentim é o pilar sempre pronto para a luta e o enfrentamento se preciso for. Já o paulista Arthur Alves Junior é o pilar da composição e do dialogo como primeira opção. Cabe ao presidente contornar com sabedoria e tomar a melhor decisão.

A segunda é a aceitação entre os presidentes desta liderança. Conversei informalmente com alguns deles durante o Congresso e pude notar que todos apóiam e depositam grandes esperanças nos três pilares e a julgar por este primeiro ano de mandato e pela organização deste Congresso, a tendência é a aceitação aumentar. Parabéns a todos.

O apitonacional tem áudio exclusivo de pelo menos 80% dos dois dias do Congresso e estaremos publicando áudio e noticias de algumas decisões para os nossos internautas.

Abaixo fotos do Congresso:

Presidentes de Sindicatos

Marco Matins e Salmo Valentim

Dr. Ademar Pedro Scheffler

Douglas Kaminski e Raimundo da Luz Nascimento

Márcio Rezende e Arnaldo César Coelho

Giulliano Bozanno

Palestra Arnaldo César Coelho

Salmo Valentim questionando Arnaldo César Coelho

José Pessi - Vice-Presidente da Anaf

Giulliano Bozanno - Advogado Anaf

Julio Cancellier - Assessor de Imprensa da Anaf

Marco Martins debilitado por uma forte gripe

Messias Manoel Pereira

Nós também temos o direito de tomar uma Skol gelada

Frase: “Ninguém pode chegar ao topo armado apenas de talento. Deus dá o talento; o trabalho transforma o talento em gênio”. Ana Pavlova

3 comentários:

Anônimo disse...

Este evento foi realmente um sucesso! Salmo Valenti, como sempre, excelente orador, de uma conduta ética, honesta e democrática acima de qualquer suspeita. Quem é o Kojak sem pirulito que aparece na foto?

Marçal disse...

Prezado Anônimo.

O Kojak sem pirulito que aparece na foto é Messias José Pereira, Vice-Presidente do Sindicato dos Árbitros de Futebol do Estado do Rio de Janeiro-Saperj, Presidente da Coopaferj-Cooperativa dos Árbitros de Futebol do Rio de Janeiro e membro da Comissão de Arbitragem de Árbitros de Futebol do Estado do Rio de Janeiro.

Anônimo disse...

Caramba! Vai ser tão importante assim lá na China! O Kojak é tudo! Também deve ser Síndico, Presidente de Associação, Presidente de Escola de Samba, Presidente de Liga, etc.