Pesquisar este blog

sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

Entrevista com candidatos nas eleições do SAFESP

Aurélio Sant”Anna se esconde e não responde perguntas do Blog sobre eleição

Imagem extraída da Coluna do Fiori no Blog do Paulinho

No último dia 30, o Blog do Marçal enviou mensagem via whatsapp aos candidatos a presidência do SAFESP (Sindicato dos Árbitros de Futebol do Estado de São Paulo) pedindo entrevista e enviou em anexo oito perguntas - cinco iguais para os três concorrentes e três individuais, pedindo que os mesmos, caso concordassem, enviasse até meia noite do dia anterior que sua entrevista fosse postada seguindo a ordem de inscrição nas chapas.

Na última sexta-feira postamos a entrevista do candidato Renato Canadinho. Hoje, sexta-feira (13), seria a vez do candidato Aurélio Sant’Anna Martins. Não se sabe  os motivos, mas infelizmente Aurélio ou qualquer preposto seu respondeu a mensagem e nem sua candidata a vice, Regildenia de Holanda Moura, para quem também foi enviada mensagem tendo em vista a dificuldade em falar com o candidato da chapa, disse que retornaria em breve, mas isso não ocorreu.

Recebi a informação que houve uma votação entre os membros com a vice optando por responder as perguntas, mas foi voto vencido já que o candidato a presidência e a tesouraria votaram contra.

Aurélio durante partida da FPF - Crédito: Gazeta Press

Se a intenção era atingir este blogueiro não conseguiram, pois as respostas não seriam para mim que sou apenas o mensageiro, mas sim para os associados com direito a voto que poderiam comparar as propostas e votar de forma consciente no melhor candidato.

Comenta-se nos bastidores que o candidato da chapa dois não respondeu porque não quer assumir publicamente compromissos que sabe não poderá cumprir caso seja eleito como não atuar nas partidas enquanto estiver presidindo a entidade e não receber os cerca de sete mil reais de verba de representação que está previsto no estatuto.

Enfim! O candidato se acovardou ao se esconder para não assumir compromissos que certamente não iria cumprir. A oportunidade foi dada e não poderá reclamar de nada.

Eu não apostaria uma ficha em um candidato que se esconde e não fala dos seus planos quando tem a oportunidade, pois no futuro não poderia cobrar por ter confiado e votado de olhos fechados.

Deste candidato e seus 'aspones' o eleitor já sabe o que esperar, ou na verdade o que não esperar!



Renata Ruel, apoio declarado pela chapa 2, já apoiou e usufruiu da gestão Arthur

Sem respostas!

Leia abaixo as três perguntas exclusivas ao candidato Aurélio que ele preferiu não responder.

6. O senhor nunca participou de nenhuma atividade no sindicato, sequer foi na última prestação de contas onde sua chapa era a maior interessada. Porque o associado deve acreditar que será diferente caso seja eleito?

7. Dizem que sua chapa tem apoio da associação de árbitros e que sua administração será voltada para ela, que o ex-árbitro Daniel Destro, ligado a associação e seu principal cabo eleitoral, que inclusive estaria fazendo o jogo sujo e contra quem pode surgir algumas denúncias graves em breve, será o seu principal gestor caso sua chapa vença a eleição tendo em vista que nem você e nem sua vice terão tempo para administrar o sindicato. O que há de verdade e de mito nessas informações?

8. Se vencer a eleição se compromete a fazer auditoria externa nas duas últimas gestões e como reagirá se aparecer algo incriminatório nas contas?


Como o candidato não exerceu seu direito de usar o espaço para responder as perguntas, postarei abaixo algumas informações e assim ajudar aos associados a terem mais informações de todos candidatos para tomarem sua melhor decisão.

Mentor da chapa 2, o fake news da disputa, Daniel Destro, já apoiou a gestão Arthur

Quem é Aurélio Sant'Anna Martins

Fazendo uma breve busca no Google sobre o árbitro Aurélio Sant’Anna não se encontra quase nada, a não ser um fato inusitado ocorrido em 2015 que pode definir bem como foi sua carreira dentro de campo e porquê o mesmo é quase que sempre escalado fora das quatro linhas.

Durante partida entre Tiradentes-PI e São José, pelo brasileiro feminino, a atacante Iara, do time do Nordeste, roubou a cena após receber o segundo cartão amarelo, ela simplesmente arrancou o apito da boca do Aurélio e o chamou de filho da p… Fato relatado por ele em sumula na ocasião (veja lance abaixo).


Na ficha cadastral da Federação Paulista de Futebol está identificado como advogado, 43 anos (26/03/1976), 19 deles como árbitro. Este ano atuou em 16 jogos pela entidade sendo alguns deles pela Série A2 e A3 do campeonato paulista.

Também consta como um dos indicados para fazer a pré-temporada da Série A2 de 2020, o que desmente sua intenção de deixar o futebol para atuar só na direção do sindicato como determina o regulamento.

Candidato fake news

Por falar em mentira, o candidato postou áudio em grupos de whatsapp informando ter intermediado acordo com a FPF para esta ressarcir os valores que serão gastos com postagem dos uniformes pelos árbitros. Além de possivelmente ter feito uso de forma inadequada e sem dar crédito da informação a quem de direito, esta passando como mentiroso, pois segundo Ednílson Corona, que era presidente da Comissão de Arbitragem da FPF até ontem (12), Aurélio não manteve qualquer conversa com a Comissão sobre este assunto e o ressarcimento  era tratado na FPF antes mesmo de ter sido informado aos árbitros a necessidade de enviarem os uniformes.

Pelos desmentidos da FPF, teria passado como possível mentiroso e propagador de fake news com a clara intenção de ganho politico. Perguntado publicamente, o mesmo não mostrou provas de ter realmente contactado a FPF no assunto especificado.

Opinião do Blog

Apesar do pouco contato, conheço Aurélio Sant’Anna a muitos anos e sempre passou um ar de arrogância, soberba e desprezo pelo semelhante. Fui associado durante 13 anos, trabalhei na entidade na gestão Sergio Corrêa e Arthur Alves Junior e nunca vi o candidato em qualquer atividade no sindicato. Para não ser injusto devo dizer que a primeira vez que o vi na sede foi quando protocolou sua chapa, ainda na primeira campanha que foi cancelada pela justiça.

Aurélio e a maioria da sua diretoria tiveram a chances de realmente mostrarem que queriam defender a categoria quando das denúncias contra Arthur Alves Junior sobre assedio e mau uso do dinheiro da entidade e assim como praticamente todos associados lavaram as mãos deixando tudo ao Deus dará. Sequer conseguiram ir em uma prestação de contas quando poderiam mudar o rumo das eleições.

Bruno Bonani, apoio declarado pela chapa 2, já apoiou e usufruiu da gestão Arthur

Não podemos esquecer que quem está hoje apoiando Aurélio e vou citar alguns nomes como Fabrício Porfírio, Bruno Bonani, Renata Ruel, Daniel Destro, Ricardo Pavanelli Lanutto, Fernando Afonso Gonçalves de Mello, o ‘Pato Roco’ entre outros já foram aliados e usufruíram de alguma forma da gestão Arthur e com raras exceções por puro interesses próprios, pois o abandonaram quando este foi mandado embora da federação.

Atiradores de pedra

Estou postando algumas fotos para que todos saibam de que lado eles  estiveram e para que eles mesmos se lembrem do passado e se criticam no momento, deveriam lembrar que fizeram parte de tudo que condenam agora.

Tem uma aí que mesmo sem ser habilitada como instrutora deu palestras em cursos em várias cidades do estado, de graça ou espertamente esperando escalas. Outro tentou vender programa de scout e livros para a FPF e sindicato quando Arthur estava nas duas entidades, mas como houve recusa por seu produto ser ruim, virou as costas e passou a ser crítico de um mandato que tentou usufruir. Tem também aquele funcionário publico, que concorre em uma das chapas, que até dividiu pedaço de pizza com a pet do Arthur em animada noite de churras regrada a muita bebida na residência do chefe para chegar na CBF que era seu objetivo. E por fim, tem outro que muitos juram queria que Arthur o indicasse no TJD e como não foi indicado, virou inimigo e o elegeu alvo dos seus ataques de maledicências.

Tem muitas mais historias que poderia contar e quem sabe um dia eu conte, mas esses são os principais atiradores de pedras em telhado de vidro que eles ajudaram a construir.

Fabrício Porfírio em uma das suas muitas visitas ao Arthur em busca do escudo CBF

Eu não estou defendendo Arthur, pelo contrário, para quem não sabe é só digitar nas buscas no google que vai entender, mas também não estou condenando, este é o papel da justiça e o mesmo já pagou e caro pelo que fez. Quem conhece a história, inclusive o próprio, sabe que ele errou muito e que eu fiz o papel que cabia a mim na época como faço agora informando a todos um pouquinho sobre a chapa SAFESP é dos Árbitros.

As informações tem que ser transparente, o voto livre e que os associados tomem a melhor decisão elegendo aquele que eles julguem ser o melhor candidato.

Eu, se votasse, não votaria em nenhuma das chapas, pois entendo que todas não atende os anseios da classe e da entidade, pois a maioria tem interesses próprios e quem não tem está muito mal acompanhado na minha modesta opinião.

Renata Ruel e Benedito Martinho (Benê), críticos que já foram apoiadores

Mas a única certeza que fica é que, por omissão e covardia, os árbitros merecem os representantes que tem!

Na próxima terça-feira (17) será a vez do candidato José de Assis Aragão. Esperamos que ele, assim como Canadinho, tenha coragem  de enviar as respostas e não corra pra se esconder como fez Sant'Anna.

Certeira com as pedras, Renata Ruel esqueceu que fez parte da ultima gestão


Nenhum comentário: