Pesquisar este blog

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Sobram reclamações sobre arbitragens de Wagner Reway

O árbitro mato-grossense Wagner Reway (foto) está sofrendo pesadas criticas nas partidas em que vem atuando neste Campeonato Brasileiro. No ano passado ele se destacou nas partidas que apitou na Série A, o mesmo não ocorreu em partidas da Série B segundo me relatou uma pessoa muito próxima de um integrante da CA/CBF. Como é a Série A que importa, ele foi elevado ao quadro de aspirante Fifa, mas parece ter sentido o peso do escudo e vem tentando fazer partidas politicamente corretas, como se isso fosse possível em se tratando de arbitragem.

A sua atuação na partida Internacional e São Paulo na 10ª rodada deste Brasileiro, lhe trouxeram pesadas indagações por parte da Comissão de árbitros da CBF, eles (os integrantes) teriam ficado irritados com a forma passiva que o árbitro demonstrou após amarelar um jogador do Internacional sendo que e o mesmo continuou reclamando de forma acintosa sem que Reway tivesse tomado uma atitude mais enérgica como a expulsão do jogador. Outro lance questionado pela comissão foi quando o são-paulino Fernandinho foi substituído e saia lentamente do gramado, Reway percebeu, ameaçou dar um pique e punir o jogador, mas desistiu no caminho visivelmente administrando o lance para ira dos velhinhos da CA/CBF.

Reway foi chamado a atenção e ficou duas rodadas de fora, domingo passado teve nova chance, apitou Fluminense e Ceará, sem maiores reclamações. Ontem ele apitou Figueirense e Botafogo, o time do chororó. A partida foi em Florianópolis, desta vez Reway foi decisivo quando aos 38min, marcou penalidade inexistente quando o atacante Júlio César do Figueirense se jogou na área após choque com o zagueiro Antônio Carlos do Botafogo.

Abaixo o vídeo do lance para que voce mesmo tire sua conclusão.


Os autos e baixos do mato-grossense pós-escudo tem deixado Sérgio Corrêa preocupado e de cabelo em pé, Reway vem sendo lapidado para ser um dos pilares da arbitragem Brasileira na região Centro Oeste do país, a seu favor o fato de não ser um árbitro caseiro, tem cometido alguns erros nas suas interpretações é verdade, mas passa longe a suspeita de ser medo ou fator casa que atinge a maioria dos árbitros do Brasil. Acorda Reway! Estamos de olho em você.

Frase: "Todo homem é o arquiteto de seu próprio destino". (Salústio)

3 comentários:

Anônimo disse...

Reway, Pombo, Felipe Gomes,Cereta, etc. Árbitros robóticos, inventados, por serem novos e bonitinhos. Como dizia nosso grande Romualdo: " Juiz de futebol a gente conhece de longe, a maioria são feios e tem as canelas secas."

Anônimo disse...

Lendo o meu xará acima (anônimo também) lembro do pai de um árbitro que acha seu filho o melhor árbitro do universo, mas o cara é ruim demais. Teve até que mudar de estado para continuar sua carreira horrorosa.
Os citados são robóticos, mas são bons. O filho do pai, além de robótico é feio.
Vou dizer o nome dos bons - o gaúcho Márcio Chagas, o carioca Antonio Schneider (que revelação excelente da comissão carioca), o Felipe Gomes, os dois goianos, os dois de Brasília, o paulista Luiz Flávio, enfim um safra boa e este xará perde tempo com as sombras do filho do pai?

Felipe Turlao disse...

LADRÃO SAFADO! PALMEIRAS ROUBADO POR ESSE DESQUALIFICADO. FRACO. MUITO FRACO!